VENDER DOCES: 5 ERROS QUE VOCÊ PRECISA EVITAR EM SEU NEGÓCIO

Começar a vender doces é uma ótima ideia, pode se tornar um negócio lucrativo e para muitas pessoas fazer doces não é somente questão de trabalho, mas uma oportunidade de fazer o que ama.

A grande questão é fazer com que este negócio não seja uma oportunidade provisória, mas que se torne a principal fonte de receitas e que esta fonte não seque rapidamente.

É comum muitas pessoas desistirem do negócio nos primeiros anos de funcionamento, no Brasil 50% das empresas não conseguem sobreviver por mais de 3 anos.

Sabendo disso, para que a sua carreira de confeiteiro tenha um futuro feliz é necessário se preparar, além do seu dom de excelente cozinheiro será importante que você evite alguns erros comuns que vamos listar a seguir.

Se você deseja saber mais sobre como vender de doces, confira este artigo com dicas de sucesso, clique aqui.

VENDER DOCES: PRINCIPAIS ERROS

Vender doces com sucesso.Ninguém inicia um negócio com intuito de fracassar, entretanto o despreparo ou a falta de dedicação podem comprometer os lucros e o futuro da sua empresa. É importante você começar seu negócio com consciência e crescer sem dar passos maiores do que as pernas.

Para muitas pessoas que trabalham com doces e chocolates artesanais o início, geralmente, é como um trabalho informal com intuito de complementar a renda ou uma urgência pela falta de emprego. Entretanto este ramo de negócio pode ser muito lucrativo e prazeroso para sua vida, vale a pena investir no negócio.

Vamos então aos 5 principais erros de quem inicia seu negócio próprio.

1 – Falta de planejamento

Boa parte das pessoas começa os trabalhos sem uma avaliação prévia do mercado em que está entrando, é sempre importante elaborar um bom plano de negócios. Fazer uma análise dos principais produtos, clientes em potenciais, concorrentes no mercado e possíveis fornecedores é essencial.

Para vender é importante ter quem compre, talvez um produto que funciona muito bem em uma pequena cidade do interior não tenha o mesmo efeito em um grande centro urbano, e vice-versa.

Planeje também o crescimento do seu negócio, quais produtos você poderá acrescentar às suas vendas e novos clientes a atender, não deixe que o crescimento do seu negócio fique entregue à sorte.

2 – Desorganização financeira

Este é outro grande problema de quem inicia seu próprio negócio, a desorganização financeira é capaz de inviabilizar sua pequena empresa.

No início de suas atividades, talvez você não perceba a importância de ser organizado financeiramente, entretanto com no máximo dois anos de trabalho você se verá em uma bola de neve, com um grande problema sem saber por onde começar a resolver.

É importante saber separar o que é dinheiro do negócio e o que é dinheiro pessoal, este é um dos grandes problemas de muitos pequenos empreendedores. Conheça este artigo sobre a organização financeira, clique aqui.

3 – O preço dos produtos

Muitas pessoas tem uma grande dificuldade em encontrar um preço justo para seus produtos. Em alguns casos a pessoa cobra um preço alto, que inviabiliza a venda dos produtos e em outros casos é cobrado um preço muito baixo, o que não garante a sobrevivência da empresa no mercado.

Saiba o que realmente é seu custo e utilize uma margem de lucro que não seja exagerada. Ter um preço justo é necessário para sua sobrevivência.

4 – Divulgação

Muitas pessoas ainda não têm consciência da importância da divulgação para o sucesso de seus negócios. Em especial para quem está iniciando seus trabalhos divulgar seus produtos é de suma importância, é necessário que as pessoas saibam o que você está fazendo, onde encontrar o seu produto e quanto vai pagar por eles.

Muitos pequenos empreendedores ignoram a divulgação e acreditam que o crescimento será aos poucos mesmo e que não tem como fazer nada de diferente.

  • Aprenda um pouco mais sobre estratégias de marketing clicando aqui.

5 – O Atendimento ao Cliente

É certo de que muitos consumidores compram não pelo preço do produto, mas pela empatia que o vendedor tem. O bom atendimento deixou de ser um diferencial para as empresas e se tornou algo de extrema necessidade, sua empresa não irá sobreviver caso o atendimento esteja ruim.

A concorrência no mercado é acirrada e o preço não é mais o único balizador nas decisões de compras.

Muitas pessoas compram pela emoção e prazer em comprar e não só pelo produto em si, o mau atendimento cria uma experiência ruim para o comprador, emocionalmente ele já cria um bloqueio para retornar até você.

ÚLTIMAS CONSIDERAÇÕES

Você pode se tornar um empreendedor de sucesso, levar seus produtos a diversos clientes, mas se falhar nos itens acima seu negócio não será duradouro.

Caso você já esteja trabalhando a todo vapor, avalie o que você está fazendo e se necessário faça uma correção na maneira como conduz seu negócio. Vender doces pode ser uma boa oportunidade para sua independência financeira.

Que tal compartilhar este artigo com seus amigos, aproveite é rapidinho, só clicar na rede social de sua preferência abaixo.

Quer dizer quais são as suas experiências de vender doces e chocolates? Deixe seu comentário aqui no Blog!

Grande abraço!

Recomendados Para Você:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!