FINANÇAS Eduardo Daldegan

PREÇO DE TRUFAS PARA VENDER: 5 CUIDADOS IMPORTANTES

Acertar no preço de trufas para vender é um dos desafios de quem está começando a fazer doces e chocolates.

É certo que o preço é um detalhe importante. Colocar um preço ruim em seus produtos pode levar seu negócio ao fracasso em pouco tempo. Mas, não se preocupe, todo erro pode ser corrigido.

Existem inúmeras formas de definir o melhor preço de trufas para vender. Não existe a forma perfeita, mas é importante conhecer e dominar pelo menos uma delas.

Para quem está começando o seu próprio negócio pode parecer uma situação complicada. Em muitos casos, você pode pensar em cobrar um preço abaixo da concorrência, mas não terá certeza se será lucrativo. Em outros casos você pode pensar em cobrar um preço caro, mas não saberá se as pessoas comprarão seus produtos.

O preço pode se tornar uma faca de dois gumes, pois ele não pode nem ser baixo demais nem caro demais. É importante chegar a um ponto que seja interessante para você e para seu cliente.

5 CUIDADOS SOBRE O PREÇO DE TRUFAS PARA VENDER

1 – Conheça o seu custo real:

5 dicas de preço de trufas para venderO primeiro passo para não ter problemas com o preço de trufas para vender é conhecer o custo real de suas receitas.

O primeiro cuidado é não jogar fora o cupom fiscal das compras antes de anotar o preço dos ingredientes. Anote o preço de tudo que você vai usar em suas receitas, não deixe nada de lado, inclusive os ingredientes que você considera muito baratos (no fim das contas eles podem fazer a diferença).

Com isso, você não precisará estimar mais o preço do leite condensado ou da embalagem que você vai usar. Para de estimar o preço e utilize o preço real do que você comprou.

Tenho certeza que você já percebeu como o preço de alguns ingredientes pode variar, por isso, é importante ter estes preços sempre atualizados.

2 – Aprenda a converter corretamente as unidades:

Converter unidades é outro passo fundamental para que você saiba definir o preço de trufas para vender.

Converter unidades pode ser uma tarefa fácil para algumas pessoas, mas para outras não é. Para facilitar sua vida, você pode baixar uma tabela com diversas conversões de unidade na página de bônus aqui do site (clique aqui).

Esta tarefa irá facilitar sua vida na hora de definir quanto cada ingrediente custa para sua receita.

Por exemplo, imagine que você gaste em uma certa receita 1 xícara de açúcar de confeiteiro. A questão é que o açúcar é vendido na unidade de quilo e em sua receita você utilizou a unidade de xícara. O primeiro passo para saber que quanto o seu açúcar custará em sua receita é transformar xícara em quilo.

Pela tabela que indiquei você vai ver que 1 xícara de açúcar de confeiteiro equivale a 140 gramas de açúcar. 1 grama é igual a 0,001 quilos de açúcar. Logo, 1 xícara é igual a 0,140 quilos de açúcar.

Um quilo de açúcar de confeiteiro custa aproximadamente 10 reais, para saber quanto custará o açúcar de sua receita é só multiplicar o 0,140 x 10, que dá 1,40. Ou seja, o açúcar representa um custo de R$1,40 em sua receita.

3 – Considere a sua hora trabalhada:

Outro fator importante para definir o custo correto de um produto é não se esquecer do tempo que você gasta para fazer sua receita. Ou seja, você deve se pagar por este serviço.

Para calcular este custo é importante que você defina primeiramente um salário. O salário de um confeiteiro é aproximadamente R$1.200,00.

Em seguida, você precisa definir quanto custará a hora do confeiteiro. Para isso, você deve dividir o salário pelo número de horas trabalhadas no mês, que é 220 horas. Dividindo 1.200,00 por 220 você vai encontrar um valor de hora trabalhada de R$ 5,45.

Caso você demore 2 horas de prazo para desenvolver uma receita, o custo do seu trabalho será de 2 x 5,45, ou seja, de R$ 10,90.

4 – Considere o custo indireto:

O custo indireto são todas as despesas que não conseguimos mensurar diretamente em uma única receita.

O custo indireto é composto de aluguel, conta de água, energia, internet, telefone, gás, e tantas outras coisas que você paga todo mês e são necessários para seu negócio funcionar.

Existem diversas formas de considerar o custo indireto no preço de trufas para vender. A forma mais simples é considerar um percentual sobre o custo direto total.

Este percentual varia conforme cada negócio, dependendo das características de cada empresa. Mas, é comum variar entre 10 a 20%.

Por exemplo, caso você tenha um custo indireto da ordem de 20%, você irá multiplicar o custo total que você já encontrou (ingredientes + embalagem + mão de obra) por 1,20.

Caso o seu custo seja de R$ 20,00 o custo final será de 20,00 x 1,20. Que resulta em um custo de R$ 24,00. Ou seja, R$ 4,00 de custo indireto.

5 – Cuidado com a margem de lucro:

Por fim, tome cuidado com a margem de lucro que você irá utilizar. Para a definição do preço de trufas para vender é comum adotar uma margem de lucro de 100% ou até superior a isto.

Mas, é importante avaliar cada caso e cada receita, pois em algumas receitas será quase impossível adotar uma margem alta.

Adequar a margem de lucro a realidade que você vive é essencial para que você consiga vender suas trufas. Você deverá levar em consideração a condição financeira dos seus clientes e o preço praticado pela concorrência.

Mesmo que você considere que uma margem de lucro alta seja justa, nem sempre será possível adotá-la. O segredo neste caso é aprender a reduzir custos e não aumentar a margem de lucro.

Adotando uma margem de lucro de 100%, uma trufa que tem um custo de 40 centavos deverá ser vendida por pelo menos 80 centavos. Ou seja, o preço de venda será o dobro do seu custo. Você terá de lucro um valor igual ao do seu custo.

Vale destacar que margens de lucro muito altas são quase impossíveis nos dias de hoje.

FINALIZANDO

Por fim, quero destacar que ainda existe um ponto importante para quem deseja aprender detalhes do preço de trufas para vender, que são os impostos.

Caso você tenha um negócio formalizado e emita notas fiscais de seus serviços, você deverá considerar os impostos no valor final de seus doces.

Você gostou deste conteúdo? Se sim, tenho certeza que gostará mais ainda do curso Como Ganhar Dinheiro Com Chocolates, é um material exclusivo que te auxiliará a ter seu próprio negócio de venda de doces. Vale à pena conferir, é só clicar aqui.

Se valeu a pena ter lido este artigo, dê uma mãozinha, compartilhe com seus amigos é só clicar na sua rede social preferida aí embaixo.

Forte abraço e boas vendas!

Recomendados Para Você:

Sobre o autor | Website

Eu sou Eduardo Daldegan, apaixonado por chocolates, doces e principalmente por vendas, quero ajudar você a ter sucesso em seu próprio negócio.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Nailmar disse:

    Amei suas dicas! No passado trabalhei nessa área e agora pretendo voltar aos poucos aceitando encomendas de doces e cupcakes!